terça-feira, 16 de março de 2010

Sacrifícios? O caraças! (ou mais uma trapalhada...)

"É totalmente falso que a Comissão de Vencimentos ou a Assembleia Geral da REN, hoje realizada, tenha aprovado qualquer prémio referente ao exercício de 2009. Foi apenas aprovada a alteração da política de vencimentos, por proposta da Comissão de Vencimentos, limitando o limite máximo dos prémios a seis meses da remuneração fixa (quando anteriormente era de um ano esse tecto máximo)". Também foi "aprovado o diferimento de 50 por cento do prémio para o final do ano subsequente ao termo do mandato, isto caso seja devido prémio", indica uma nota de esclarecimento divulgada hoje pela Parpública. Contactado pela Lusa após o desmentido da Parpública, Filipe de Botton reafirmou "na íntegra" o que tinha dito anteriormente, citando a alínea 3 do ponto 6 da ordem de trabalhos da assembleia geral. Esta alínea, disse, alude "à fixação da remuneração dos vários órgãos sociais em relação ao ano de 2009 e para aplicação até à tomada de posse dos membros dos órgãos sociais que sejam eleitos na assembleia geral". DN

Sem comentários: