quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

ginofobia!


como se congemina uma “fake news” (e logo no Observador)!

Quando li a “selecção” PS quer debates com todos os partidosfiquei espantado mas o tempo tornou-me desconfiado e resolvi ler a “noticia” que já tem uma manchete noutra direcção PS quer debates entre cabeças de listas dos partidos com assento no Parlamento Europeu
.
O truque está no “com assento”, isto é, à partida estão excluídos: o PAN da geringonça, o “Aliança” do Pedro Santana Lopes, o “Chega” do André Ventura, o RIR do Tino de Rans, o Iniciativa Liberal, o Movimento Democracia 21, da Sofia Afonso Ferreira e outros a que peço desculpa por não os nomear, que não estão representados no Parlamento Europeu

o PS levou a OCDE a antro de corrupção ?

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

as Sondagens? Valem o que valem!

a afirmação é da Euronews e da jornalista Marques da Silva:
PS com nove lugares no Parlamento Europeu
.
Os 21 eurodeputados portugueses para o período 2019-2024 deverão sentar-se praticamente nas mesmas bancadas que no mandato actual.
As projecções apontam o Partido Socialista como o vencedor, com nove lugares, mais 1 do que agora.
O segundo mais votado é o PSD, conquistando seis lugares, seguido da a CDU com 3.
O CDS deverá ter dois eurodeputados e o Bloco de Esquerda um lugar.
O PAN e o Aliança não elegeriam eurodeputados se as eleições fossem hoje.


Sondagens? Valem o que valem!

Marcelo desce para níveis ligeiramente inferiores aos registados pelo seu antecessor, Aníbal Cavaco Silva. Comparando a avaliação entre os dois presidentes em idêntica fase do seu mandato (quase três anos), conclui-se que os 14,5 atribuídos a Marcelo em Fevereiro de 2019 ficam abaixo da classificação recebida por Cavaco Silva em Fevereiro de 2009.


eleições Europeias 2019


Um mau trabalho das jornalistas  Elena Cavallone e da Marques da Silva  onde as opções pessoais, em especial as da primeira, contam mais que o relato das situações

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Em conclusão, já vimos este filme!

Há assuntos que convém que fiquem esclarecidos.
Afinal já cá andamos todos há muito tempo. Mais que o suficiente para sabermos que a amnésia é em Portugal uma forma de fazer política.
Portanto, e indo ao que interessa, quem mente no caso da ausência de Santos Pereira na apresentação do relatório da OCDE sobre Portugal: o Governo ou a OCDE? 
mas

Em conclusão, já vimos este filme! 
Ele chama-se "Sócrates não só existiu como pode existir outra vez". E agora com a agravante de, ao contrário do que aconteceu no passado, termos agora como PR um refém da popularidade e de não haver oposição: a esquerda do PS está no bolso governo e o PSD desistiu de ser mais que um auxiliar do PS.  Já o PS mantém-se igual: aplaude tudo e fecha os olhos a tudo. Daqui por uns anos dirão que não perceberam nada. Ou, pior ainda, que foram instrumentalizados.

domingo, 17 de fevereiro de 2019

coletes amarelos três meses

Entre 1000 e 2000 "coletes amarelos" desfilaram este domingo entre o Arco do Triunfo e a Torre Eiffel, em Paris, marcando três meses exactamente desde o início do movimento de protesto contra o governo do presidente Emmanuel Macron.
As autoridades destacam a perda de força da contestação, mas , uma das organizadoras da manifestação na capital francesa, diz que "houve uma boa mobilização" e que está "contente com os três meses do movimento, para marcar o momento e dizer que chegou a Primavera e que conseguiram passar os três meses de Inverno, o que é bom para um movimento social". 
ver também: 
Movimento dos "coletes amarelos" perde força