segunda-feira, 29 de março de 2010

a Indústria da Greve continua próspera...na saúde debilitada

O protesto dos enfermeiros vai durar quatro dias, mas as consequências só se vão notar a partir de amanhã.
Porquê o protesto? Porque «O Ministério da Saúde continua sem justificar a razão pela qual se amanhã for admitido um enfermeiro numa nova carreira ganha 1020 euros e um técnico superior que entrasse noutra carreira ganha 1221 euros. Mantém a discriminação dos enfermeiros relativamente a outros profissionais», diz a enfermeira dirigente do sindicato, Guadalupe Simões.
Tem razão a senhora enfermeira sindicalista com poder para fazer greves que deixam de fora milhares de licenciados no desemprego ou nos sub-empregos onde tem como vencimento o ordenado minimo e não tem sindicato.

Sem comentários: