quarta-feira, 3 de março de 2010

CTT também querem ser excepção

Depois da TAP, da REN e da CGD também os Correios vão pedir ao Estado autorização para quebrarem a regra do congelamento dos salários. Os CTT justificam este pedido com o facto de a empresa não contribuir para o endividamento público, tendo inclusive nos últimos anos entregue dividendos ao Estado. TSF Será possível que ainda continuem "administradores" se não conseguem perceber a situação económica do país? (Ok! Têm desculpa! Depois das Novas Oportunidades não são administradores...são CEO's)

Sem comentários: