domingo, 21 de março de 2010

outra vez mais do mesmo...

O Programa de Estabilidade e Crescimento «deve ser assumido pelo país», afirmou JSPinto de Sousa, em entrevista ao Jornal de Notícias. O primeiro-ministro considera que um chumbo do documento no Parlamento será «uma total irresponsabilidade» e «muito negativo para Portugal», embora deva saber, ou alguém o deveria informar, que o PEC, não precisa de ser aprovado na AR.

Sem comentários: