sexta-feira, 5 de março de 2010

“Não vale a pena fazer greves, não há dinheiro”

Para Medina Carreira, “não vale a pena fazer greves, não há dinheiro”.
No entender do antigo ministro das Finanças, o Estado vai ter mesmo de cortar nos salários e nas prestações sociais. “Temos de retirar por ano 1300 milhões de euros por ano”, revela o responsável.
Feitas as contas, "cada português deve ao exterior 18 mil euros", logo, “ou arranjamos uma economia que funcione ou vamos ter de rever a estratégia”. maus sinais para a indústria e para os industriais da greve...

Sem comentários: