quarta-feira, 3 de março de 2010

leituras primo-ministeriais...

... O primeiro ministro falou das suas leituras. Vendo um jornalista com a muito celebrada biografia de Hitler na mão, de cerca de mil páginas, da autoria do historiador Ian Kershaw, disse que já a tinha lido. Impressionou-o a barbárie da frente Leste, que envolveu alemães contra os povos eslavos, considerados sub-humanos pelos nazis, e também a forma como Hitler tinha transformado um estado eleitoral numa ditadura totalitária, com «uma rapidez impressionante». Sol Ora bem. Não nos esqueçamos que o Adolfo também era socialista... nacional socialista.
Como curiosidade acrescente-se que, com o seu "homem da propaganda", avançou numa imparável conquista dos mídia e são os "pais" da Propaganda Politica (e da desinformação). Depois desta "confissão" sinto-me mais temeroso, mas mais avisado, com o que se segue, em especial se a próxima leitura for o "Kampf um Berlin" do Goebells.

Sem comentários: