segunda-feira, 16 de julho de 2012

em Borba "erames" mais...

Cerca de uma centena de pessoas estavam hoje concentradas em frente às escadarias da Assembleia da República pelas 19:00, hora marcada para o início de uma manifestação para exigir a demissão do ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, covocada pelo realizador do “José e da Pilar”.
"Ó Relvas põe-te a andar, ó Relvas vai estudar" ou "Não há equivalência para a decência" são algumas das palavras de ordem mais repetidas pelos manifestantes.
Cerca das 20:00 eram menos de 500 pessoas, apesar de apoiada por elementos da Plataforma 15 de Outubro, movimento que se associou à iniciativa teoricamente apartidária, exibindo uma tarja de grande dimensão com os rostos de Pedro Passos Coelho e de Paulo Portas, com a palavra "Fora!". 
A manifestação a exigir a demissão do ministro dos Assuntos Parlamentares foi convocada através da rede social Facebook, na segunda-feira passada, proposta pelo cineasta Miguel Gonçalves Mendes.
Tinham confirmado a sua presença via Facebook perto de quatro mil, ou 3000, ou apenas 2000 pessoas, dependendo da fonte comunicante. Tinham sido convidadas para o evento 49.871.
No Porto, na Praça da Batalha, às 19:30, estavam cerca de 20 manifestantes, que ostentavam cartazes a exigir "Relvas para a Rua", entre outras mensagens com o mesmo teor.  dn 
Mesmo sem “feiçebuque” os alentejanos de Borba eram, em percentagem, muitos mais que os lisboentes aparecidos em S.Bento.

Sem comentários: