sábado, 20 de fevereiro de 2010

Sócrates expressa «profunda mágoa» após temporal na Madeira

O temporal que desde a madrugada se abateu sobre a Madeira poderá ter causado pelo menos 20 mortos, de acordo com fonte hospitalar citada pela RTP/Madeira. O número de falecidos que já se fala na ilha ainda não foi oficialmente confirmado, mas o presidente da Câmara do Funchal, Miguel Albuquerque, disse à televisão estatal que há mais de sete vítimas mortais, vários desaparecidos e 17 feridos internados no Hospital Dr. Nélio Mendonça, dos quais dois politraumatizados. dn
O primeiro-ministro expressou a sua «profunda mágoa e solidariedade» depois da forte queda chuva na ilha da Madeira, que fez pelo menos cinco mortos. Após ter participado na reunião da Comissão Nacional do PS, José Sócrates indicou que o ministro da Administração Interna se deslocará para a ilha da Madeira assim que as condições meteorológicas o permitam. Desta forma, o chefe do Governo quer dar «um sinal claro aos madeirenses que estamos com eles neste momento difícil e que tudo faremos para que a resposta à situação seja encontrada numa cooperação entre o Governo Regional e o Governo da República o mais rápido possível». TSF
actualização:
O temporal que assolou a Madeira, este sábado, provocou até ao momento 32 mortos, disse fonte do Governo Regional em declarações à agência Lusa. O primeiro-ministro, José Sócrates, vai acompanhar o ministro Rui Pereira na sua deslocação à Madeira para se inteirar dos estragos causados pelo temporal. Além destas vítimas, deram até ao momento 68 feridos nas urgências do Hospital Dr. Nelio Mendonça, no Funchal, sendo dois casos graves de ortopedia que estão a ser sujeitos a intervenções cirúrgicas. tsf
poderão ter havido outras mas, que me lembre, esta foi a primeira vez que lhe vi uma atitude de estadista...

2 comentários:

Anónimo disse...

Convenhamos que não pode ter "mau" a tudo. mesmo não tendo sido um brilhante aluno algo deve ter ficado dos ensinamnetos dos "BONS" Mestres que em tempos o reprovaram...

C.R

Gaivota Maria disse...

No noticiário da Rádio nacional da Espanha, às 6 da manhã, a locutora noticiou esta ida como uma prova de coragem dado que foi lá ainda com temporal. Grande falta de informação: ele só foi quando pôde ir, quando o aeroporto abriu ou seja depois do temporal. Mas que vai tirar dividendos disto, lá isso vai