sábado, 27 de fevereiro de 2010

a "gajada" que pague a crise... que eles criaram!

A pensão mensal vitalícia dos titulares de cargos políticos vai escapar à crise das finanças públicas: o Governo quer aumentar a penalização das reformas antecipadas e alterar a fórmula de cálculo das pensões na Função Pública mas as subvenções dadas aos políticos para toda a vida, um benefício que já foi extinto mas pode ser acumulado com outra pensão, não sofrem limitações. Correio da Manhã
apesar de
O Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) que o Governo irá apresentar dentro de dias vai prever um corte de toda a despesa pública, incluindo despesa corrente, de investimento, em salários e prestações sociais, anunciou ontem o ministro das Finanças em sessão parlamentar. publico

Sem comentários: