sábado, 6 de fevereiro de 2010

se não fosse uma "palavra dificil" ele diria que era.. Voyeirismo

O Jornal Nacional é um "telejornal travestido" feito de "ódio e perseguição pessoal" Na entrevista que concedeu à RTP, o primeiro-ministro adiantou que tem o direito de processar quem me injuria e acusou o Jornal Nacional da TVI de sexta-feira de ser um espaço de caça ao homem. vídeo. O primeiro-ministro considera agora “absolutamente lamentável” o que apelidou de “jornalismo de buraco de fechadura”, baseado em “escutas telefónicas e conversas privadas” sem relevância criminal. texto E quando questionado sobre as notícias dos últimos dias que o acusam de ingerência no caso TVI e de, alegadamente, querer condicionar o Presidente da República, o ainda primeiro-ministro recusou contribuir para «essa infâmia» e responde assim: «Eu não contribuo para essa infâmia, nem para a degradação da nossa vida pública, baseando-se essas acusações e essas notícias em escutas telefónicas» mais texto Ora é sabido que os cursinhos das novas oportunidades ensinam um português estranho, até para o novo acordo, e estes ditos configuram-no, sem dúvida, como muito colorido... Na realidade o que os jornalistas fizeram foi transcrever o despacho de 29/6/2009 do Juiz António Joaquim da Costa Gomes: Nas intercepções telefónicas autorizadas e validadas neste inquérito, em diversas conversações surgiram indícios da prática de outros crimes para além dos directamente em investigação nos autos, tendo sido decidido genericamente que se aguardaria pelo desenvolvimento da investigação com vista a garantir o máximo de sigilo e eficácia, excepto se as situações decorrentes destes conhecimentos, pela sua gravidade e circunstâncias, exigissem o desenvolvimento de diligências de investigação autónomas que impusessem a imediata extracção de certidão. continua aqui Ou o de 23/06/2009 de João Marques Vidal: Do teor das conversações interceptadas aos alvos Paulo Penedos e Armando Vara resultam indícios muito fortes da existência de um plano em que está directamente envolvido o Governo, nomeadamente o senhor primeiro-ministro,... ler tudo ...mas tudo tinha começado quando Teófilo Santiago, que coordena a investigação da PJ no ‘Face Oculta, o reportou... ler todo Serão estes magistrados jornalistas do buraco da fechadura?
Claro que as conversas eram privadas e o ainda Primeiro é público. Mas o que é que irá acontecer quando o ex-primeiro for privado e aquelas conversas se tornarem públicas... Aceitam-se conjecturas...

Sem comentários: