terça-feira, 13 de julho de 2010

nacionalismo e esquerda.

Li algures, e só pode ter sido num blogue ou artigo intelectualmente idóneo, que “A direita está incomodada com o nacionalismo que terá tomado conta da esquerda portuguesa e de José Sócrates”.
É uma semi-verdade.
Acredito que a direita se orgulha de, finalmente, ter a seu lado, neste caso, a esquerda inteligente e culta, mas está preocupada quando Pinto de Sousa toma aquelas posições nacionalentas.
A Direita não esquece os “líderes” que se formaram no socialismo e criaram o fascismo e o nacional-socialismo.
Estou convicto que alguém leu para o nosso ainda primeiro-ministro, um velho livro esgotadíssimo e tão perigoso que Oliveira Salazar não deixou traduzir para português. Os poucos que a ele tiveram acesso numa velha livraria de Campo de Ourique percebem o que quero dizer...

1 comentário:

Gaivota Maria disse...

O dito livro mais do que uma bíblia parecer ser um guião cinematográfico mas do déjà vue