domingo, 17 de janeiro de 2010

Quatro milhões sem rasto

O Sindicato dos Oficiais de Justiça diz desconhecer onde e como foram gastos quatro milhões de euros que o Ministério da Justiça garante terem sido dirigidos na anterior legislatura para 132 acções de formação financiadas pelo Fundo Social Europeu, envolvendo 2700 oficiais de Justiça. A entidade sindical exige que a Direcção-Geral da Administração da Justiça seja sujeita a uma sindicância. O pedido de esclarecimento foi dirigido ao anterior ministro Alberto Costa e recordado ao actual responsável da pasta, Alberto Martins.
Nenhum respondeu. DN

Sem comentários: