sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Clube do Cais do Sodré para enfrentar crise económica

Luís Nazaré, João Confraria e João Ferreira do Amaral, Manuel Caldeira Cabral, Brandão de Brito e António Mendonça, apresentaram hoje o Clube do Cais do Sodré, um fórum que pretende contribuir "para o debate necessário sobre um modelo de desenvolvimento económico português". Os seis economistas defendem "que o Estado terá de assumir, sem complexos, um papel activo nos domínios económico e social", criticando os que defendem uma redução do peso do Estado na economia. Apenas mais um grupo de seguidores de um tal Rei Ventoroso que colocou os portugueses na senda da subsidio dependência ou debaixo do guarda-chuva estatal. Empresário luso que se preze não corre riscos, economisticamente aconselhado, recorre aos dinheiros públicos do "estado activo nos domínios económico e social" ou investe nas empresas onde quem manda é a "golden share"... preferencialmente usando um emprestimo a renegociar quando não tiver lucros, numa Caixa que é Banco.
(livro aconselhado apesar de escrito em brasileiro)

Sem comentários: