domingo, 28 de novembro de 2010

...que a fobia não passe a pandemia!

A contra-proposta lançada pelo Governo, que visava que se tivesse em conta a gravidade dos crimes e o tempo da pena a que cada estrangeiro seja condenado na decisão de expulsão, foi rejeitada pela maioria dos eleitores suíços.52,9 por cento dos suíços concordam com a proposta do UCD, alegadamente de extrema-direita, que se tornou nos últimos anos no maior partido da Suíça. O Governo Suíço teme que a nova legislação abra mais fissuras nas relações com a União Europeia, para além de poder entrar em choque com tratados internacionais anti-descriminação. As críticas à proibição da construção de minaretes, votada há exactamente um ano pelos suíços, ainda estão bem presentes na memória do governo suíço. no publico Os recentes incidentes na França, na Noruega e em Inglaterra, são preocupantes e poderão gerar racismo ou xenofobia nestes países.
Depois o salto além fronteiras poderá ser inevitável. Onde e porque é que nós falhámos nas integrações, é pergunta e correcção que exigem uma reacção urgente.
Nunca devemos esquecer as centenas de milhar de emigrantes que temos por aquelas paragens!

Sem comentários: