segunda-feira, 15 de novembro de 2010

ou há moralidade ou comem todos!

O ministro das Obras Públicas garantiu, no Parlamento, que o Governo se preocupou em salvaguardar toda a empresa, admitindo que em risco poderiam estar 2600 postos de trabalho e que “o processo de despedimento colectivo dos trabalhadores da Groundforce decorria «há mais de dois anos»... Mas António Mendonça acabou também por apontar o dedo aos responsáveis pelo déficit na empresa afirmando: «Se há responsáveis pelos maus resultados da empresa são os administradores que não tiveram uma actuação em conformidade, porque se tivesse havido uma boa administração da empresa provavelmente não se teria deixado chegar a empresa à situação a que chegou». tsf espera-se que depois destas declarações o despedimento colectivo se estenda aos “responsáveis”. Já!

1 comentário:

Gaivota Maria disse...

Se forem boys é assunto para mais uma prateleira... dourada