quinta-feira, 18 de novembro de 2010

CDS propõe limitar salários dos gestores públicos

Alguma coisa está mal quando o presidente da TAP ganha tanto ou mais do que o Presidente dos Estados Unidos, quando o governador do Banco de Portugal ganha tanto ou mais do que o presidente da Reserva Federal”.
Na Proposta de Orçamento de Estado do CDS/PP, um grupo de trabalho ficaria incumbido não só de limitar os salários ao do Chefe de Estado como nivelar as remunerações variáveis que, segundo Paulo Portas, em alguns casos chegam a ser mais do que 50 por cento do que as fixas. A mesma proposta, que o CDS já tinha proposto, avançará legislação acerca da acumulação de salários, além de não permitir prémios de gestão até 2013. O grupo de trabalho também terá em conta as cláusulas indemnizatórias dos contratos. Todas as propostas de restrições aplicam-se a dirigentes da administração pública directa e indirecta bem como ao sector empresarial do Estado. Como será fácil de prever os propósitos do CDS/PP dificilmente passarão pelo crivo do centrão PS-PPD/PSD cujos boys seriam os mais afectados… mas a intenção é boa e pode ser que um dia, antes que as galinhas tenham dentes, venha a ser aplicada. A esperança de um dia vermos a Democracia com que sonhamos nos 25’s tem que ser a última a morrer…não é?

2 comentários:

XYNTIA disse...

Não há-de morrer enquanto um dos que O "fizémos" estiver vivo!

Gaivota Maria disse...

Lamento mas no 25 eu tive medo e não a sua esperança. Resta-me outra Esperança: a da nossa capacidade de no limite darmos a volta, nem que seja com uma mãozinha estranha: Ourique, Aljubarrota, 1640, Invasões francesas, como exemplo