segunda-feira, 8 de novembro de 2010

passar o Euro de "moeda única" a "moeda unida"

Para o consultor Britânico do Barclays, David Forrester, “a recente subida dos juros soberanos nos países periféricos do euro está a começar a pressionar o euro”, enquanto Art Hogan, do Jefferies Group, entende que “ainda há algumas questões da dívida soberana pendentes e a Irlanda tem a situação mais complicada”.
Duas questões que levaram os juros da dívida portuguesa a 10 anos a serem negociados a 6,9 por cento e os Irlandeses a 7,8%, nos mercados secundários.
Assim podemos entender (?) que o euro tenha caído para os 1,3891 dólares, quando na sexta-feira à tarde se negociava a 1,4060.
Talvez agora os génios da política europeia se dêem conta que isto de "moeda única" tem que ser unida

Sem comentários: