terça-feira, 23 de novembro de 2010

fomos nós que os despejámos "lá" .

Com o acordo do PPD/PSD/PPC, o PS conseguiu fazer aprovar uma alteração, no OE2011, à norma dos cortes salariais para os trabalhadores das empresas públicas ou entidades públicas empresariais que nós pagamos. publico À proposta inicial onde se referia que vão sofrer cortes salariais “os trabalhadores das empresas públicas de capital exclusiva ou maioritariamente público, das entidades públicas empresariais e das entidades que integram o sector empresarial regional ou municipal”, os partidos do Centrão acrescentaram a frase enigmática: sofrer “adaptações autorizadas e justificadas pela sua natureza empresarial” que abre portas a todas as justificações para excluir dos cortes um grupo de privilegiados, isto é, de boys e girls rosas e laranjas. Ainda pior é não ser feita nenhuma referência a “quem” autorizará as “adaptações” e quais “adaptações” Parece que com este orçamento nem mudam as moscas. Mas não podemos passar todas as culpas ao Centrão. Eles não caíram no Parlamento, fomos nós que lá os despejámos.

Sem comentários: