quarta-feira, 17 de abril de 2013

Tatcher

Quando eleita Primeiro-Ministro, a Grã-Bretanha encontrava-se sob resgate financeiro!
Não teve a “troika” mas
do FMI teve a receita completa: redução da “despesa”, austeridade, redução de pensões e reformas, diminuição de funcionários públicos...
dos poderosos sindicatos vieram as greves, manifestações e arruaças e marchas contra a austeridade...
da “opinião publicada” chegou-lhe a constante feroz contestação.

... Moveu uma guerra pela continuação colonial nas Malvinas e fez parte do trio que aniquilou a URSS e
“caiu”, não por vontade eleitoral, mas por vontade dos seus pares de partido ao fim de 11 anos de governação.
Mulher, filha de um pequeno merceeiro de bairro, como bolseira fez-se Engenheira Química por Oxford e como proletária subiu, a pulso, ao topo dos consevadores britanico.
Nada lhe foi fácil na vida!
Margaret Hilda Roberts (1925-2013) vai hoje a enterrar.

Sem comentários: