terça-feira, 16 de abril de 2013

juros a acrescentar à divida…

O PSI 20 encerrou a sessão a cair 1,28%, para 5803,91.
O alongamento das maturidades por um prazo de sete anos vai poder ser distribuído pela dívida da forma que mais interessar ao Executivo.
A taxa de inflação anual abrandou, em Março, para 1,7% na Zona Euro e para 1,9% na União Europeia, tendo Portugal registado 0,7%,  a quinta taxa mais baixa.
O FMI mantém as previsões de uma recessão de 2,3% do PIB este ano e de um crescimento de 0,6% em 2014.
A Estradas de Portugal arrecadou em 2012 cerca de 153 milhões de euros com as portagens introduzidas nas antigas Scut.
O Parlamento Europeu aprovou um pacote legislativo que limita os prémios dos banqueiros e estipula à banca requisitos mais exigentes de capital.
O Estado espanhol registou um défice de 2,22% do PIB nos dois primeiros meses do ano.
O euro valia hoje 1,3183 dólares, acima dos 1,3046 dólares a que negociava ontem.
A Irlanda regressa em pleno aos mercados no final deste ano e para se preparar para abandonar o programa de assistência financeira mas o maior sindicato irlandês rejeitou a proposta do Governo de cortes salariais de 5,5% para os funcionários públicos com salários acima de 65 mil euros por ano, colocando em causa uma das medidas com a qual o Executivo pretende baixar o seu défice orçamental.
A dívida alemã cresceu em 81 mil milhões de euros, face ao ano anterior, elevando o montante total para 2,17 biliões de euros (81,9% do PIB).
O barril de brent, para entrega em Junho, negociou a 99,80 dólares contra os 100,63 da sessão anterior.

Sem comentários: