sexta-feira, 19 de abril de 2013

juros a acrescentar à divida…a descer...

O Psi20 encerrou a crescer 2,57% para 5819,56 pontos, interrompendo seis sessões consecutivas de queda.
A extensão dos prazos de pagamento dos empréstimos europeus a Portugal devem recair sobre dívida de cerca de 22 mil milhões de euros, contraida nos governos de Pinto de Sousa, que vencia em 2016 e 2022 e passar a ser paga no final da década de 2020.
O Programa de Desenvolvimento Rural, que atingiu os 62% no final de Março, foi "pela primeira vez na história" superior à média comunitária.
O presidente do Tribunal de Contas defendeu a aplicação imediata de um imposto sobre as Parcerias Público-Privadas como medida prévia à renegociação com as concessionárias.
Os Estaleiros Navais de Viana do Castelo ou devolvem 180 milhões de euros de ajudas recebidas durante os governos de Pinto de Sousa (entre 2006 e 2011) "ou não podem prosseguir na sua actividade" por força da publicação oficial da investigação lançada pela Comissão Europeia às ajudas estatais.
O preço dos combustíveis deverá descer na próxima semana, com uma queda mais acentuado no gasóleo.
Segundo o instituto de estatística grego, o rendimento disponível das famílias caiu 3.100 milhões de euros devido à redução em média de 13% dos salários, o corte de 5% das ajudas sociais e o aumento de 8% dos impostos sobre o rendimento e a propriedade imobiliária.
Depois da Moody's a Fitch tornou-se na segunda agência internacional a tirar a nota máxima do Reino Unido, baixando-a de AAA para AA+. A Standard & Poor's afirmou que há a probabilidade de fazer o mesmo.

Sem comentários: