quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

juros a acrescentar ao empréstimo... a subir

O PS recusou o apelo do PSD para que aceite participar na Comissão Parlamentar Eventual para a Reforma do Estado e ameaça com recurso a mecanismos constitucionais que não especificou. A isto reagiram os mercados Nacional e internacional.
A ‘yield' associada às obrigações do Tesouro português a 10 anos, a maturidade de referência, está a subir para os 6,403% e a cinco anos sobe para 5,306%, invertendo assim a tendência de queda registada nos últimos dias.
O PSI20 fechou a perder 0,31% para 6 111,28 pontos.
A Unidade Técnica de Apoio Orçamental já considera que Portugal pode regressar aos mercados primários de dívida ainda este ano.
Os juros baixaram de forma significativa no primeiro leilão português de dívida português de 2013 que conseguiu vender 2,5 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro com maturidades a 3, 12 e 18 meses, respectivamente a 0,667%, 1,609% e 1,963%.
O valor dos fundos de pensões geridos por seguradoras e sociedades gestoras registou um aumento de 8,7% no final do ano passado, face a 2011, ascendendo agora aos 14,4 mil milhões de euros.
O consumo de combustíveis está a baixar há 21 meses consecutivos e em Novembro registou uma queda de 9,1% face ao período homólogo de 2011.
O Governo alemão baixou a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 1% para 0,4% em 2013.
O Presidente do Eurogrupo, e bem, considera que o câmbio euro/dólar emerge como uma nova ameaça à retoma da economia europeia.

Sem comentários: