sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

juros a acrescentar ao empréstimo... em queda

O PSI20 fechou a subir 0,98% para 6 150,98 pontos.
Os juros da dívida soberana portuguesa a 10 anos estão a aliviar e a negociar em níveis de Dezembro de 2010 (6,210%, abaixo dos 6,261% de quinta-feira e longe do máximo histórico de 17,39% registado em Janeiro deste ano).
A dois anos, os juros seguem a descer para os 3,485%, abaixo dos 3,575% de ontem e a cinco anos, negociavam-se nos 4,948%, abaixo dos 5,026% de quinta-feira.
A Caixa Geral de Depósitos colocou hoje 750 milhões de euros em obrigações hipotecárias com o prazo de cinco anos a 3,75%.
O Instituto de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública anunciou hoje que vão realizar-se na próxima quarta-feira três leilões de bilhetes do tesouro, a 3, 12 e 18 meses, com o objectivo de angariar até 2500 milhões de euros e admite que haverá ainda durante este ano mais operações de troca de dívida e a emissão de dívida de mais longo prazo.
O porto do Funchal fechou o ano de 2012 garantindo o primeiro lugar nos portos portugueses de cruzeiros com mais 10,8% em escalas e uma subida de 9,7% em passageiros.
As exportações do mobiliário e colchoaria cresceram, em termos homólogos, 6% entre Janeiro e Novembro de 2012.
Os Estaleiros Navais de Viana do Castelo concluíram um concurso para aquisição de serviços de trabalho temporário por dois anos, que poderá chegar a 650 mil euros, para "reforço" de algumas especialidades da empresa.
O preço dos combustíveis deverá manter a tendência de subida a partir de segunda-feira, pela segunda semana consecutiva, prevendo-se um aumento mais significativo na gasolina.
O euro segue a valorizar face à moeda norte-americana nos 1,3348 dólares acima dos 1,3250 registados na quinta-feira.
O empréstimo da тройка a Portugal vai subir de 78 mil milhões de euros para 81 a 82 mil milhões de euros e não terá qualquer contrapartida.
Com tanta noticia boa e sem o habitual “mas” da “opinião publicada” é natural que nela comecem a emergir “os submarinos” e os “amigos do cavaco”.

Sem comentários: