quarta-feira, 20 de junho de 2012

e a profissão do militar é um "emprego"...

Convocados pela Associação Nacional de Sargentos e pela Associação de Praças, umas dezenas de militares concentraram-se em frente ao Ministério das Finanças, no dia em que deveriam começar a ser pagos os subsídios de férias suspensos pelo Governo, alertando que os cortes orçamentais põem em causa a "coesão nacional". MP Lusa 

Saraiva de Carvalho resume bem "o" que temos: “Hoje, de facto, a profissão do militar é um emprego”, afirmava recentemente.
Podemos confiar nesta gente se alguma vez deles necessitarmos ?

Sem comentários: