domingo, 20 de maio de 2012

os vasos comunicantes da democracia

Pouco a pouco fomos assistindo à passagem da oposição dos partidos da dita para a da imprensa, escrita, falada e televisiva como se dizia no antigamente.
O “caso” Relvas-Oliveira é disso exemplo e a recente reação do chefe da bancada dos PSD’s é demonstrativo.
Porque a oposição se tem feito via jornalistas, de seguida comentados pelos “politicos” e quase nunca o lógico inverso, fica demonstrada a preparação politica daqueles e a total inabilidade destes.
Para nosso mal, poucos são os que dos média saltam para politica, excepção para os irmãos Portas, talvez porque de imediato passam, pela negativa, a alvo preferencial dos antigos colegas.
De qualquer modo o grande significado que se tira é que a democracia funciona, mesmo que em sistema de vasos comunicantes: para uma oposição mediocre ou má surge uma imprensa boa ou muito boa! Quer gostemos ou não daquilo que publicam.

Sem comentários: