quarta-feira, 30 de maio de 2012

o SIRP e o CDS-PP

"Para nós totalmente inaceitável que um agente ou ex-agente, dirigente ou ex-dirigente, leve para fora do serviço informações desse mesmo serviço, é grave se o fizer durante o exercício das suas funções, porque significa que não preza o silêncio, valor fundamental nessas funções, e é igualmente grave que o faça depois de sair porque significa que perde o respeito institucional dos serviços", afirma Nuno Magalhães. ATF - Lusa
uma declaração de principio ou uma critica velada ao parceiro ?

Sem comentários: