segunda-feira, 28 de maio de 2012

juros a acrescentar ao empréstimo... a Espanha "à rasca"

O PSI20 encerrou a sessão a cair 0,57% para 4 616,10 pontos registando a queda mais significativa entre os principais mercados acionistas da Europa.
O impacto do resgate da Bankia, de mais de 23 mil milhões de euros, a abrir a cair quase 27%, coloca a dívida espanhola a atingir níveis recorde. A divida soberana atingiu um novo máximo a 10 anos.
Os quatro principais bancos gregos receberam hoje 18 mil milhões de euros provenientes do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) e destinados à sua recapitalização.
A dívida do Estado espanhol subiu 10,2% em 2011 para 580,516 milhões de euros.
Os juros da dívida soberana de Portugal estão hoje pressionados a cinco (14,489%) e e a dez anos (12,338%).
O número de clientes em Portugal com Internet fixa ascendeu a 2,27 milhões no primeiro trimestre, mais 6,7% do que no período homólogo de 2011.
O Tesouro italiano colocou hoje 4,250 mil milhões de euros em títulos de dívida, destes, 3,5 mil milhões de euros à taxa de juro média de 4,037%, quase sete décimas superior aos 3,355% registados no último leilão de 24 de Abril.
A China deverá tornar-se o maior mercado mundial de consumo em 2015.
O PIB de Angola pode, em 2012, crescer 8,2% e inflação baixar para 10%.
Cabo Verde vai manter um crescimento económico alto e estável.
O PIB em Moçambique deverá crescer de 7,2% em 2011 para 7,9% em 2013.
O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) suspendeu todas as operações que desenvolvia na Guiné-Bissau.

Sem comentários: