terça-feira, 14 de dezembro de 2010

entre as bananas e o ananaz...

das bananas O Governo Regional da Madeira vai manter em 2011 o subsídio de insularidade num valor correspondente a 30 por cento dos salários aos funcionários da administração pública regional e local no Porto Santo e de mais dois por cento aos da Madeira. Este complemento salarial custará mais 7,4 milhões de euros no orçamento Madeirense. dos ananases Carlos César, sobre a remuneração compensatória para os funcionários públicos da região, afiança que “nunca haverá prejuízo porque, ou haverá confirmação dos nossos poderes, o que é justo e razoável, ou haverá um sinal de que nós não avançámos tanto até hoje quanto pensávamos que tínhamos avançado” e, em jeito de ameaça “á Jardim”, sustenta que “isto significa que temos de pôr mãos à obra, que é como quem diz mãos à luta, para clarificar o nosso ordenamento autonómico e as capacidades e competências do nosso regime de auto-governo”. publico nota para os pategos que também pagam este "bacalhau a pataco": A proposta de Orçamento da Madeira para 2011 é de 1.632 milhões de euros, enquanto o dos Açores, já aprovado, prevê uma dotação global de 1.354 milhões...

1 comentário:

Gaivota Maria disse...

Entre a banana e o ananaz estamos nós - os pagantes