terça-feira, 20 de novembro de 2012

juros a acrescentar à divida...


O PSI20 fechou a ganhar 0,48% para 5.271,77 pontos.
O PIB em volume apresentou uma taxa de variação homóloga de -3,4% no terceiro trimestre de 2012.
A queda do consumo privado e investimento acentuou-se em Setembro, face ao período homólogo.
A greve nos portos que decorre desde Setembro está a afectar as exportações para fora do espaço da União Europeia, diz o INE.
A taxa adicional de 5% no IRS que o Governo pretende que seja aplicada em 2013 vai atingir 3.561 famílias com rendimentos colectáveis acima de 250 mil euros.
O Fundo Monetário Internacional considera que Portugal terá de "racionalizar mais" os salários e o emprego na Função Pública, e reformar mais ainda pensões e prestações sociais.
O vice-presidente da Comissão Europeia afirma que o ajustamento da economia portuguesa tem continuado, apesar das dificuldades provenientes do ambiente externo.
Dívida pública atinge 120% do PIB já este ano e só começa a descer para o próximo.
A verba de 432 M€ inscrita no Orçamento Rectificativo não foi autorizada pelo triunvirato porque o ‘stock’ de dívida vencida voltou a crescer este ano.
Melhorias nas condições de crédito, por corte de juros à Grécia, podem compensar e até beneficiar Portugal e Irlanda.
O Número de trabalhadores com remunerações em atraso subiu 134% face ao ano passado.
Um aluno que frequente uma escola pública, do básico ao secundário, em média, vai custar aos contribuintes 4.011 euros, por ano.
A dívida oficial dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa a Portugal aumentou 34% em 2011 face a 2010, atingindo 2.516 milhões de euros.
A agência Moody's não acredita no plano de crescimento de Hollande e baixou num nível a nota da dívida de França, de Aaa para Aa1, com perspectiva negativa.

Sem comentários: