domingo, 2 de janeiro de 2011

tretas para encher o olho

Os sindicatos da Frente Comum vão entregar, até quarta-feira, «todas as providências cautelares» referentes às várias profissões da função pública, com vista a suspender os cortes salariais previstos pelo Governo, revela a coordenadora, Ana Avoila, acrescentando que caso os tribunais não tomem uma decisão favorável até ao final do mês de Janeiro, o sindicato irá avançar com novas medidas. Se Avoila referiu que foi enviado um documento ao Presidente da República, cujo propósito é o de «não processarem o corte» a médicos, enfermeiros, professores e outros funcionários públicos, Ana não referiu aquela alteração estatutária nos 4 institutos da Segurança Social nem a desculpa esfarrapada do menino ajudante de ministro… lá terá as suas razões!...
tretas para calar a boca aos tolos que ainda acreditam nos dinossauros.

Sem comentários: