quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

O CDS-PP vai hoje interpelar o governo sobre o Sector Empresarial do Estado. Na mesma sessão o Bloco de Esquerda irá defender que nenhum gestor ganhe mais do que o responsável que o nomeou. Cecília Meireles, CDS-PP, explica porque identifica aquele sector como «uma doença da economia portuguesa»: «Temos neste momento empresas públicas a mais, gestores públicos a mais e temos endividamento a mais, e isso pesa em excesso no bolso dos contribuintes. Só para dar um exemplo, muitos gestores públicos ganham mais que o Presidente da República», referiu, acrescentando que «mais grave ainda é que não haver qualquer indexação dos resultados das empresas aos salários dos gestores». A deputada propõe três soluções simples para resolver este problema através de: «primeiro, disciplinar estes salários, o segundo, escrutinar os contratos de gestão e tornar públicos todos os objectivos das empresas e tudo o que se passa lá dentro, e por último, terminar com indemnizações desproporcionadas que cada gestor recebe quando sai das empresas públicas». Em relação a remunerações, também o Partido Popular defende que devem ser impostos limites nos salários. tsf Dificilmente esta interpelação poderá passar a proposta. O PS e o PPD/PSD que, com os seus boys&girls, entre si, dividem o Sector, nunca a deixariam passar. Não se conhecem “nomeados” do BE e do PCP e ao CDS apenas “couberam” os Presidente e Vice-Presidente da AICEP… Seria uma boa iniciativa se “agarrada” pela Comunicação que temos, mas tudo está preparado para que uma onda de silêncio caia sobre o assunto. Apesar de tudo os democratas-cristãos com uma cajadada atingem os dois do centrão…um é o outro não!

Sem comentários: