sábado, 16 de outubro de 2010

não há agravamento!

O ainda primeiro-ministro disse hoje, na abertura do debate parlamentar, que "não encontra nenhum agravamento" de impostos no Orçamento de Estado para 2011.

por favor habituem-se traduzir o "bad portuguese"...

O que ele nos quis comunicar é que este aumento não chega pràs suas despesas e que, em 2011 é que vai haver o grande e extra agravamento de impostos.

1 comentário:

Gaivota Maria disse...

O gajo é mesmo autista!Deveria ser reformado por isso nas condições em que os autistas se encontram reformados