terça-feira, 26 de outubro de 2010

Juizes: a comparação que merecem...

“Portugal, depois do regime de Salazar, como a Espanha depois de Franco, quiseram, e com razão, dar uma grande importância ao lugar institucional do juiz”. “O que se passou em Portugal e Espanha nos anos 70 passa-se actualmente em muitos países do Leste da Europa, que vivem processos de consolidação da sua democracia através também do reforço do sistema judicial”, afirmou Jean-Paul Jean, presidente do grupo de trabalho para a avaliação dos sistemas judiciais, que coordenou o quarto relatório do CEPEJ, onde se reunem reúne m dois milhões de dados, relativos a 2008, cobrindo os diversos aspectos do sistema judicial no quadro europeu. público Parece-me pior a emenda que o soneto... Mas o que me resta pensar é que Professores colocados a centenas de quilómetros da sua residência ou médicos enviados a prestar assistência no "cú de judas" não recebem o tal subsidiozito que depois entra nas contas para as reformas milionárias. Nem me parece que sejam quatrocentos mil, os pais, que vão deixar de receber “abono de família” porque têm vencimentos acumulados idênticos aos subsídios que juizes e magistrados recebem como mero “subsídio de renda de casa”. Por Favor, tire as suas conclusões… e reaja quanto possa!

1 comentário:

XYNTIA disse...

Considero inaceitável que se retirem 20% ao subsidío de renda de casa auferido por estes Srs.
LÁ SE VAI MAIS UM JANTARITO!!!

A uma família que tenha rendimentos mensais de 775€, não lhe fará falta o abono de família, pois este APENAS lhe serve para comprar pão, leite, ovos, legumes,um pouco de peixe ou carne para várias refeições num mês ( ou quem sabe até mesmo todas).

Confesso que senti VERGONHA quando ouvi a contestação dos srs Juízes...