segunda-feira, 25 de outubro de 2010

e assim se garante a independência deles

José António Mouraz Lopes, juiz, explicou hoje que o facto de a remuneração dos magistrados ser superior à média salarial, como consta no relatório do Conselho da Europa, insere-se numa tendência europeia para proteger o princípio da independência. Sol tire as suas conclusões...

2 comentários:

Anónimo disse...

José Lopo

Isto é para estar postado, mesmo assim, em duplicado?

Não me soa bem.

Um abraço

Mª da Conceição

Gaivota Maria disse...

Agora para se ter independência é preciso receber por isso? Se fosse eu estava milionária!