quarta-feira, 27 de abril de 2011

responsabilidade e o sentido de Estado

O dirigente socialista José Lelo, que diz saber pouco de novas tecnologias, começou por apelidar Cavaco Silva de “foleiro” por não convidar os deputados para a cerimónia do 25 de Abril.
A resposta veio do dirigente popular-democrático, Nogueira Leite, que começou por colocar uma mensagem na rede social a dizer que Lelo “é apenas um ciber-nabo”, devido às explicações dadas de como queria enviar a mensagem sobre Cavaco a um amigo e que ela tinha ido parar ao seu mural no Facebook.
A réplica do dirigente do PS veio forte: Nogueira Leite, disse, "pertence àquela classe de transfugas políticos, ditos independentes que, saltitando, apenas visa 'abifar uns tachos', pois ideologia é coisa que arde sem se ver".
Mas Lelo dispara noutras direções e, a propósito do gosto do seu correligionário Carrilho pelo dos "pupilar dos pavões" da Rua da Imprensa, tece-lhe este gentil comentário: "Porventura, porque se sentiu em família!"

Gente Fina, é outra coisa!
“O eleitorado tem finalmente a oportunidade de se pronunciar sobre a responsabilidade e o sentido de Estado das diferentes forças políticas. ..."

Sem comentários: