quinta-feira, 8 de setembro de 2011

juros a acrescentar ao empréstimo...continua a quebra do PIB na zona euro

O PIB português, em termos homólogos, contraiu 0,9 por cento no segundo trimestre e estabilizou face ao trimestre anterior. A quebra dos consumos públicos e privados e dos respectivos investimentos contribuiu para a evolução negativa da economia revela o INE e,
A OCDE indica que a evolução do PIB será negativa no quarto trimestre na Alemanha (menos 1,4 por cento) e no terceiro trimestre em Itália (menos 0,1 por cento).

Sem comentários: