segunda-feira, 9 de novembro de 2009

esclarecimentos sobre certidões «dentro de uma semana»

O procurador-geral da República informou hoje que, em relação às certidões extraídas do processo Face Oculta, «dentro de uma semana» será «tudo esclarecido e tornado público» e afirmou que «é completamente falso» que tenha recebido as certidões do processo há quatro meses sem fazer nada. «Houve uma reunião, entre Maio e Junho, no meu gabinete com o procurador-geral distrital de Coimbra e o director do DIAP de Aveiro. No seguimento dessa reunião foi enviada uma certidão com imensas cassetes, que foi analisada, e em Setembro foi proferido um despacho meu e do presidente do Supremo Tribunal de Justiça», adiantou, garantindo que o processo Face Oculta não está parado e que «quem decide sobre o destino último das cassetes é o presidente do Supremo Tribunal de Justiça», afirmou. O PGR noticiou também que «o DIAP de Aveiro continua a enviar certidões», tendo recebido a última há 15 dias. Sol
Sabe-se que o Presidente do Supremo já decidiu (e despachou) o que era da sua competência: as conversas telefónicas com o primeiro-ministro. Acredito que já foram "plantadas" muitas noticias e muitas mais se seguirão... Não acredito que "dentro de uma semana" será "tudo tornado público" e, muito menos "esclarecido".

Sem comentários: