sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

sindicato do sul marginaliza Leixões


O Sindicato dos Estivadores do Centro e Sul vai prolongar a greve entre 31 de Dezembro e 07 de Janeiro, mas desta vez “abster-se-ão de prestar quaisquer funções ou serviços que tenham por objecto a movimentação de cargas que, por via marítima, ferroviária ou rodoviária, provenham do Porto de Leixões ou que se destinem a esse porto”.
 
O Porto de Leixões deverá atingir nos próximos dias o recorde de carga movimentada num só ano, um total de 600 mil unidades enquanto a greve dos estivadores no Porto de Lisboa levou a uma quebra de 61% no movimento de contentores, entre Outubro e Novembro.
 
O Porto de Leixões, que não aderiu à greve, tem sido procurado como alternativa e, registando um forte aumento do movimento, é agora marginalizado pelos estivadores do sindicato sulista.

Sem comentários: