quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

juros a acrescentar ao empréstimo… a diminuir (e a contrariar comentadeiros!)


O PSI 20 encerrou a valorizar 0,90%, para 5561,47 pontos.
Os juros da dívida portuguesa negociaram-se nos 3,819% a dois anos, descendo dos 3,905% de terça-feira, a cinco anos situaram-se nos 5,911%, abaixo dos 5,946% do dia anterior e a dez anos recuaram dos 7,477% para os 7,455% negociados hoje à mesma hora.
Segundo a Unidade Técnica de Apoio Orçamental que apoia os nossos deputados, as necessidades de financiamento de Portugal para amortizar a dívida pública nos próximos 12 meses vão ascender a 29 100 milhões de euros.
O programa da тройка começará a produzir resultados em termos de crescimento económico a partir da segunda metade de 2013 afirma o chefe de missão para Portugal dos técnicos do Fundo Monetário Internacional.
A dívida pública portuguesa, que em 2005 rondava os 57%, deverá chegar aos 119,1% do PIB este ano e aos 123,7% em 2013.
O CDS-PP vai apresentar uma iniciativa no parlamento que recomenda a redução entre 33 e 50% dos carros ao serviço dos titulares de cargos políticos.
Em tempo de crise os portugueses compraram 1,13 milhões de telemóveis no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 18% face ao mesmo período do ano passado.
A poupança das famílias caiu pelo quarto mês consecutivo em Novembro embora, em percentagem do PIB, continue acima da média.
A taxa de inflação em Portugal desacelerou em Novembro para 1,9% em termos homólogos, a mais baixa desde Junho de 2010.
A despesa oficial da ADSE é de 560 milhões dos quais 221,5 milhões vêm do Estado, resultando daí um deficit de 337,8 milhões de euros.
A produção industrial entre os países que partilham a moeda única, em Outubro, caiu 3,6% face ao período homólogo de 2011.
Entre Setembro e Outubro a produção das fábricas nacionais cresceu 4,8%.
A administração do Porto de Lisboa responsabilizou hoje a greve dos estivadores pela quebra de 61% na actividade deste porto em Novembro, em relação ao mesmo mês de 2011.
Apesar da anunciada demissão do Monti, na Espanha e Itália os juros negociavam-se no mercado secundário a cair em todas as maturidades e até na intervencionada Grécia aliviavam na maturidade dos 10 anos para os 12.547%.
O Tesouro italiano colocou 6,5 mil milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a um ano, a um juro de 1,456% contra os 1,762% observados em Novembro.
O governador do banco central helénico diz que a economia do país só regressará ao crescimento em 2014 e registará este ano uma contracção de 6%.
O Parlamento Europeu aprovou o orçamento da União Europeia para 2013.

Sem comentários: