quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

PSD também se abstém na votação do Estatuto dos Magistrados

Teresa Morais, deputada e vice-presidente da bancada do PSD, justificou a abstenção à alteração ao Estatuto dos Magistrados alegando que o processo decorreu “de forma enviesada”, mas reconheceu que não poderia votar contra pois só foram tratadas as matérias que os sociais-democratas aceitaram discutir. “Não poderia ser outro o sentido de voto. Não contra, porque nós aceitámos discutir estas matérias e apenas estas, mas nunca a favor porque este processo decorreu desde o início de uma forma enviesada, que não foi aquela que o PSD teria preferido”; “O PSD disse desde o início que votaria contra a proposta que o Governo apresentou se ela se mantivesse tal e qual como estava”, lembrou. O CDS-PP, PCP e BE votaram contra o diploma, excepto num ou noutro artigo da proposta. Comprovam assim que o PPD/PSD/PPC se irá sempre abster... basta que o PS aceite com eles discutir. Já o sabíamos porque estão ai PEC's e Orçamento a prova-lo. É uma forma de nos tentarem convencer que o PSD não está à espreita de nenhum oportunismo político para derrubar o PS a não ser que cheguem à evidência que o Governo não cumpre aquilo a que se comprometeu, nas palavras de PPC. Afinal um grupo de bons rapazes, e raparigas, que tem dificuldade em se aperceber das evidencias! Até parece que estão na politica não para governar, mas para serem governados! Depois queixem-se.

Sem comentários: