domingo, 6 de fevereiro de 2011

Órfãos de Pátria

Não morreram, não têm sequer feridas visíveis. Mas as que não se vêem, as que não têm nome nem cura, também existem. Quatro ex-combatentes relatam uma guerra que não escolheram. E como tentam viver à procura do lado bom da História. Os homens também choram.
Helena Teixeira da Silva e Luís Pedro Carvalho realizaram um excelente trabalho para o JN.
Ainda há Jornalistas.

Sem comentários: