domingo, 6 de fevereiro de 2011

as "dispensas" na Função Pública

Tudo o que dizia que não fazia, fez. Até porque a Fenprof já denunciou isso, 30 mil professores vão ser dispensados. Posso dizer que a introdução do despedimento colectiva na Função Pública aconteceu com a nova legislação que este Governo aprovou”, lembra Ana Avoila.
Algo está errado na forma como os políticos se dirigem ao país, dizendo que não vai haver despedimentos aqui ou além, quando na prática o que estão a fazer é exactamente o contrário: a facilitar o despedimento”, observou Bettencourt Picanço.
como é que um politico contínua na política quando tudo que o "promete" é de imediato desacreditado ou desmentido?
Áh! Já sei, os despedimentos na Função Pública vão passar chamar-se dispensas...

Sem comentários: