sexta-feira, 7 de outubro de 2011

notícias do ministro Álvaro

as boas
Os administradores das empresas de transportes vão deixar de ter cartão de crédito, ter menos plafond para gastar no telemóvel, sendo que as viagens grátis para as famílias vão acabar.
As administrações vão ser reduzidas a metade e os gestores que ficarem terão menos margem de manobra em termos de deslocações e de contratação de serviços externos. Também os prémios de assiduidade ou de condução ficar em causa.
A Carris e o Metro vão fundir-se, o mesmo acontecendo com o STCP e o Metro do Porto e com a Transtejo e a Soflusa.

as más
As fusões das transportadoras públicas vão acarretar despedimentos.
O aumento dos transportes públicos será de 10 por cento.
Prevê-se a desactivação de um quinto da linha de caminho de ferro [cerca de 450 quilómetros de linha em mau estado (?)].
Avança, já em Outubro, a cobrança das SCUT em falta e acabam as isenções e descontos para os habitantes locais.
O valor de todas portagens irá sofrer um aumento.

Sem comentários: