terça-feira, 29 de junho de 2010

“agressão à Catalunha”

A generalidade das forças políticas da Catalunha reagiu com veemência à sentença do Tribunal Constitucional da Espanha que eliminou 14 dos 223 artigos do Estatuto da Catalunha e reinterpretou outros 27 à luz da Constituição Espanhola, limitando o seu alcance. Sentença que foi considerada “uma agressão contra o povo catalão e à Catalunha”. Com o apoio das centrais sindicais e do Governo catalão, presidido pelo socialista José Montilla, foi convocada uma manifestação de repúdio para 10 de Julho. “Seguramente, uma manifestação não será suficiente, temos que começar a estudar mais respostas, especialmente institucionais”, disse Jordi Porta, da Omnium Cultural, a associação que, formalmente, convocou o desfile. público Quando não era proibido estudar História, na antiga Instrução Primária aprendia-se que deviamos a nossa Independencia á anexação da Catalunha a Castela, para aumentar a Espanha. ... mas, agora, quem é que quer saber disso!
“Catalunya, avui, és una provincia d’Espanya, però, què ha estat Catalunya? Catalunya ha estat la nació més grand del món” Pablo Casals

Sem comentários: