segunda-feira, 27 de março de 2017

Compras pelo BCE vão baixar a partir de Abril ?

uma má noticia!
A partir de Abril, o montante de dívida portuguesa que vai ser comprada pelo Banco Central Europeu BCE vai sofrer um rombo. Não só porque o próprio programa, o SMP, terá um abrandamento do ritmo de compras mensais, mas também porque Portugal está cada vez mais próximo dos limites que fixa como teto máximo 33% do volume de obrigações emitidas.
No final de Fevereiro, o BCE e o Banco de Portugal já tinham em carteira €35,5 mil milhões de dívida portuguesa - €25,95 mil milhões adquiridos no actual programa iniciado em Março de 2015 e €9,5 mil milhões do programa SMP que vigorou entre 2010 a 2012. O SMP (Securities Market Programme) tem por base intervir no mercado secundário para comprar títulos de dívida pública dos países submetidos a maior pressão financeira.
Este total fica a pouco menos de €2000 milhões deste limite que, tendo por base a dívida obrigacionista em euros em final de fevereiro, estava em €37,4 mil milhões. Fica assim pouca margem para comprar dívida, pelo menos até outubro quando vence a próxima Obrigação do Tesouro. O ritmo de compras mensais de dívida portuguesa nos dois primeiros meses deste ano — €700 milhões — já quebrou 40% em relação à média do ano passado e terá de reduzir-se ainda mais para que o teto não seja furado.
.

Em 2017, o IGCP prevê emitir €15 mil milhões em obrigações mas, desta vez, as compras pelo BCE só poderão ‘cobrir’ menos de metade das emissões previstas, o que irá aumentar o valor dos juros a pagar naquelas operações. (in “Compras pelo BCE vão baixar a partir de Abril” por Jorge Nascimento Rodrigues)

Sem comentários: