domingo, 27 de outubro de 2013

Portugal só teria dinheiro para mês e meio sem ajuda externa

"Parece que ninguém sabe que Portugal está numa crise e dá a ideia que todos reagem como se o estado pudesse satisfazer as suas reivindicações", disse o patriarca emérito de Lisboa, mostrando-se convicto de que o governo não tem condições para satisfazer as reivindicações dos sindicatos e partidos da oposição.
"Não encontrei ninguém das oposições - todas elas - que apresentasse soluções. E se falhasse o apoio financeiro no âmbito do pedido de resgate, Portugal só teria dinheiro para mês e meio", frisou, acrescentando que, nesse cenário, "não haveria dinheiro para pagar salários e pensões".  (Cardeal D. José Policarpo)

Sem comentários: