quarta-feira, 3 de agosto de 2011

silly party season

José Junqueiro, deputado socialista, declara que o chefe de Estado "passou a ser o Presidente de uma parte dos portugueses" a partir da hora em que "assumiu partidariamente e politicamente uma posição".
Capoullas Santos, eurodeputado socialista, diz que "O Presidente da República parece um primeiro-ministro em funções", sustentando que, "em sucessivas declarações públicas, o Presidente está a imiscuir-se na esfera do governo".
José Lelo, deputado socialista, defende que "há uma deriva constitucional de um modelo semipresidencialista para um modelo com características presidencialistas". E dá um exemplo. "O Presidente recebe todas as semanas o primeiro-ministro, o ministro das Finanças e o ministro da Economia. É óbvio que tem influência na governação".

serão alegres heranças socráticas que aguardam que o seguro morra de velho ou ainda não é desta que se acaba com a pulitica do Pinto de Sousa?

Sem comentários: