sexta-feira, 12 de agosto de 2011

os Muletas e as Bengalas?




Assunção Cristas considerava em 27 Setembro de 2010 que o "corte das despesas" deve ser a medida preferencial para a consolidação das contas públicas nacionais já que, defendeu, a "economia portuguesa já está demasiado asfixiada com impostos".
Cortes nos consumos intermédios do Estado, reorganização de institutos, cortes nas estruturas de gestão das empresas públicas são algumas medidas apontadas pela deputada do CDS-PP, para quem os portugueses "não comportam mais aumento de impostos". JN
e
Em 20 Outubro 2010 Cecília Meireles apresentou ontem uma proposta de corte de 595,5 milhões de euros nas despesas do Estado com consultadorias, publicidade ou transportes do Estado previstas para 2011, afirmando que assim haveria "menos sacrifício dos contribuintes".
Meireles também adiantou ao Diário de Noticias que os centristas têm em mãos uma lista mais longa de cortes, mesmo para além destas despesas de funcionamento. DN

Ainda não passou um ano:
Já se esqueceram ou não os deixam avançar com aquelas e/ou outras propostas? 
Lembram-se que o actual parceiro, na altura, não apresentou nenhuma proposta de redução de despesa?
Em qualquer dos casos o que é que estão a fazer no governo? Muletas ou Bengalas?

Sem comentários: