sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Santos Costa, para memória futura…

Medidas de governo de Santos Costa:
1. Pretende eliminar a sobretaxa do IRS;
2. Petende um aumento sustentado do salário mínimo para €522
3. Defende a adoção de orçamentos de Estado plurianuais e a criação de um fundo de poupança privado, tendo em vista o “objetivo canalizar investimento para o financiamento de empresas descapitalizadas”, segundo avança o Público.
4. Quanto à dívida apresenta algumas propostas no âmbito nacional e europeu:
A nível nacional defende uma leitura inteligente e flexível das regras europeias como o Tratado Orçamental, de modo a potencial “lógica contracíclica”, segundo aponta o Público;
A nível europeu: o autarca pretende a criação de mecanismo de monitorização e gestão de parcela da dívida que exceda os limites de Maastricht, ou seja, adívida acima dos 60% do PIB, avança também o Público. Uma ideia que vinha já de Seguro.
5. Quer ainda ressuscitar o Simplex de Sócrates na função pública e
6. atrair de novo emigrantes que abandonaram o país, segundo indica a SIC.

Medidas políticas de Santos Costa:
1. Diz que é essencial que PS ganhe com maioria absoluta. Mas que isso não é suficiente e que quer um “compromisso social e político o mais alargado possível”;
2. Quanto a eleições, está empenhado em “procurar pontes de entendimento e compromisso com diferentes forças políticas e partidárias“, ou seja, aberto a todo o tipo de coligações, mas não antes das eleições;
3. O autarca defende a revisão do sistema eleitoral, mas diz não à diminuição do número de deputados, tal como chegou a ser sugerido por António José Seguro;

4. O programa de Governo só será elaborado numa convenção na primavera de 2015.

Sem comentários: